Através da lógica - livrariavozes
Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Através da lógica

Trata-se de um instrumental pedagógico para o ensino inicial de lógica. Sua peculiaridade está em trazer a lógica para dentro dos usos e práticas cotidianos e fazer dela um instrumental de esclarecimento e postura diante dos impasses, embustes e possíveis enganos da vida social, política e estudantil.

Ver mais informações

Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Resumo

Sumário

Ficha técnica

Especificações

SumarioApresentacao, 11
CAPITULO I
LOGICA DE ENUNCIADOS
1 O enigma de Aladim, 15
2 Charada: Uma introducao ao uso de simbolos, 18
3 Uma introducao a logica de enunciados, 21
3.1 Enunciados, 21
3.2 Enunciados simples e enunciados compostos, 22
3.3 Representacao de enunciados, 22
3.4 Representacao de enunciados simples, 23
3.5 Representacao de enunciados compostos, 23
3.6 Operadores logicos, 24
3.6.1 Conjuncao, 24
3.6.2 Disjuncao, 26
3.6.3 Condicional, 27
3.6.4 Bicondicional, 30
3.6.5 Negacao, 31
4 Valor de verdade, 34
5 Tabelas de verdade para enunciados compostos, 37
5.1 Tabela de verdade da conjuncao, 37
5.1.1 Aplicacao: Adriana e seu pai, 42
5.2 Tabela de verdade da disjuncao, 44
5.2.1 Aplicacao: Adriana e seu pai – II, 47
5.2.2 Aplicacao: conjuncao, disjuncao e legislacao, 47
5.3 Tabela de verdade da negacao, 50
5.3.1 Os tres principios da Logica: nao contradicao,
terceiro excluido e identidade, 53
5.3.2 Aplicacao: discussao na Familia Logus, 54
5.3.3 Um pouco de historia da filosofia, 59
5.4 Tabela de verdade do condicional, 61
5.4.1 Aplicacao: Aladim e o condicional, 64
5.5 Tabela de verdade do bicondicional, 67
5.5.1 Aplicacao: Aladim e o bicondicional, 69
6 Introducao ao calculo logico, 73
6.1 Calculo do valor de verdade de enunciados compostos a
partir de dois enunciados simples, 73
6.2 Calculo do valor de verdade de enunciados compostos a
partir de tres enunciados simples, 76
7 Um planeta muito estranho, 83
8 Sobre verdade e falsidade, 87
CAPITULO II
ANALISE LOGICA E ARGUMENTACAO
9 Sobre a validade de argumentos, 93
10 Logica e descompromisso com a verdade, 97
11 O metodo das cores, 100
12 Forma valida e forma invalida, 105
13 Reconhecimento de argumentos em textos, 108
14 Descricoes ou reflexoes que nao sao argumentos, 114
15 Deixando os argumentos claros em textos literarios, 117
16 Texto desafio, 120
17 Dez passos para fazer a analise logica de um texto, 123
18 Dom Quixote e a Logica, 126
19 Para que serve a Logica?, 129
20 Exigindo argumentos validos, 132
21 Os limites da Logica, 135
22 Argumentos bons e argumentos maus, 137
23 Aplicacao: Hamlet, Hernia e os limites da Logica, 139
CAPITULO III
FALACIAS
24 Falacias formais, 145
24.1 Falacia da negacao do antecedente, 145
24.2 Falacia da afirmacao do consequente, 146
25 Falacias informais, 147
25.1 Falacias informais de relevancia, 150
25.1.1 Falsa causa, 151
25.1.2 Argumentum ad hominem, 153
25.1.3 Falsa analogia, 155
25.1.4 Argumentum ad verecundiam, 157
25.1.5 Argumentum ad baculum, 158
25.1.6 Pergunta complexa, 160
25.1.7 Argumentum ad populum, 161
25.1.8 Dicto simpliciter, 162
25.1.9 Generalizacao apressada, 164
25.1.10 Falacia da cooptacao, 166
25.1.11 Argumentum ad ignorantiam, 168
25.1.12 Falsa dicotomia, 169
25.1.13 Petitio principii, 171
25.1.14 Argumentum ad misericordiam, 173
25.2 Falacias informais de ambiguidade, 174
25.2.1 Falacia de enfase, 174
25.2.2 Falacia do eufemismo, 176
25.2.3 Falacia da composicao, 177
25.2.4 Falacia da divisao, 178
26 Usando a Logica contra a moral do espertinho, 185
27 Solucao do enigma de Aladim, 189
Referencias, 193
ISBN9788532618658
Dimensoes13.7cm x 21.0cm x 0.9cm
IdiomaPortugues
Edicao9
NrPaginas176

especificação

AutorHingo Weber, Cinara Nahra,
EditoraEditora Vozes
Apresentação, 11
CAPÍTULO I
LÓGICA DE ENUNCIADOS
1 O enigma de Aladim, 15
2 Charada: Uma introdução ao uso de símbolos, 18
3 Uma introdução à lógica de enunciados, 21
3.1 Enunciados, 21
3.2 Enunciados simples e enunciados compostos, 22
3.3 Representação de enunciados, 22
3.4 Representação de enunciados simples, 23
3.5 Representação de enunciados compostos, 23
3.6 Operadores lógicos, 24
3.6.1 Conjunção, 24
3.6.2 Disjunção, 26
3.6.3 Condicional, 27
3.6.4 Bicondicional, 30
3.6.5 Negação, 31
4 Valor de verdade, 34
5 Tabelas de verdade para enunciados compostos, 37
5.1 Tabela de verdade da conjunção, 37
5.1.1 Aplicação: Adriana e seu pai, 42
5.2 Tabela de verdade da disjunção, 44
5.2.1 Aplicação: Adriana e seu pai – II, 47
5.2.2 Aplicação: conjunção, disjunção e legislação, 47
5.3 Tabela de verdade da negação, 50
5.3.1 Os três princípios da Lógica: não contradição,
terceiro excluído e identidade, 53
5.3.2 Aplicação: discussão na Família Logus, 54
5.3.3 Um pouco de história da filosofia, 59
5.4 Tabela de verdade do condicional, 61
5.4.1 Aplicação: Aladim e o condicional, 64
5.5 Tabela de verdade do bicondicional, 67
5.5.1 Aplicação: Aladim e o bicondicional, 69
6 Introdução ao cálculo lógico, 73
6.1 Cálculo do valor de verdade de enunciados compostos a
partir de dois enunciados simples, 73
6.2 Cálculo do valor de verdade de enunciados compostos a
partir de três enunciados simples, 76
7 Um planeta muito estranho, 83
8 Sobre verdade e falsidade, 87
CAPÍTULO II
ANÁLISE LÓGICA E ARGUMENTAÇÃO
9 Sobre a validade de argumentos, 93
10 Lógica e descompromisso com a verdade, 97
11 O método das cores, 100
12 Forma válida e forma inválida, 105
13 Reconhecimento de argumentos em textos, 108
14 Descrições ou reflexões que não são argumentos, 114
15 Deixando os argumentos claros em textos literários, 117
16 Texto desafio, 120
17 Dez passos para fazer a análise lógica de um texto, 123
18 Dom Quixote e a Lógica, 126
19 Para que serve a Lógica?, 129
20 Exigindo argumentos válidos, 132
21 Os limites da Lógica, 135
22 Argumentos bons e argumentos maus, 137
23 Aplicação: Hamlet, Hernia e os limites da Lógica, 139
CAPÍTULO III
FALÁCIAS
24 Falácias formais, 145
24.1 Falácia da negação do antecedente, 145
24.2 Falácia da afirmação do consequente, 146
25 Falácias informais, 147
25.1 Falácias informais de relevância, 150
25.1.1 Falsa causa, 151
25.1.2 Argumentum ad hominem, 153
25.1.3 Falsa analogia, 155
25.1.4 Argumentum ad verecundiam, 157
25.1.5 Argumentum ad baculum, 158
25.1.6 Pergunta complexa, 160
25.1.7 Argumentum ad populum, 161
25.1.8 Dicto simpliciter, 162
25.1.9 Generalização apressada, 164
25.1.10 Falácia da cooptação, 166
25.1.11 Argumentum ad ignorantiam, 168
25.1.12 Falsa dicotomia, 169
25.1.13 Petitio principii, 171
25.1.14 Argumentum ad misericordiam, 173
25.2 Falácias informais de ambiguidade, 174
25.2.1 Falácia de ênfase, 174
25.2.2 Falácia do eufemismo, 176
25.2.3 Falácia da composição, 177
25.2.4 Falácia da divisão, 178
26 Usando a Lógica contra a moral do espertinho, 185
27 Solução do enigma de Aladim, 189
Referências, 193

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores

Quem viu, viu também