Fundamentos de toda a doutrina da ciência - livrariavozes
Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Fundamentos de toda a doutrina da ciência

Largos anos decorridos após a publicação inicial dos Fundamentos da Doutrina da Ciência, em dois fascículos, nos anos de 1794/1795, Schelling recordará ainda o início da sua própria filosofia “naqueles bons tempos, em que o espírito humano se soltou, com Kant e Fichte, das suas cadeias, para a liberdade efetiva”. O texto que agora apresentamos em tradução para o português inaugura o primeiro grande capítulo do Idealismo Alemão, período filosófico de que Schelling exprime, com aquelas palavras, a origem temática e histórica. As Lições que Fichte pronuncia em Iena, em 1794 e 1795, marcam o início de uma breve carreira do filósofo na universidade dessa cidade, para onde foi convidado para ocupar a cátedra deixada vaga por Reinhold, carreira interrompida poucos anos mais tarde por uma polêmica acusação de ateísmo. Fichte é saudado, na ocasião, como o grande continuador da obra de Kant, o “verdadeiro Messias da razão especulativa, o filho legítimo da promessa de uma filosofia inteiramente pura, subsistente em si e por si própria”. Diogo Ferrer

Ver mais informações

De: R$ 75,00Por: R$ 63,75ou X de

Economia de R$ 11,25

Comprar
Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Resumo

Sumário

Ficha técnica

Especificações

SumarioApresentacao, 7
Fundamentos de toda a Doutrina da Ciencia como manual para os seus
ouvintes, 27
Prologo a segunda edicao, 29
Fundamentos de toda a Doutrina da Ciencia como manual para os seus
ouvintes, 31
Prefacio, 33
PRIMEIRA PARTE: PRINCIPIOS DE TODA A DOUTRINA DA CIENCIA
§.1. Primeiro principio, simplesmente incondicionado, 37
§.2. Segundo principio, condicionado quanto ao conteudo, 47
§.3. Terceiro principio, condicionado quanto a forma, 51
SEGUNDA PARTE: FUNDAMENTOS DO SABER TEORICO
§.4. Primeiro teorema, 69
A. Determinacao da proposicao sintetica a analisar, 71
B. Sintese dos opostos completa e universalmente contidos na proposicao
estabelecida, 73
C. Sintese, por determinacao reciproca, dos opostos contidos na primeira
das proposicoes opostas, 77
D. Sintese, por determinacao reciproca, dos opostos contidos na segunda
das proposicoes opostas, 82
E. Unificacao sintetica da oposicao que tem lugar entre as duas especies
estabelecidas de determinacao reciproca, 90
Deducao da representacao, 165
TERCEIRA PARTE: FUNDAMENTOS DA CIENCIA DO DOMINIO PRATICO
§.5. Segundo teorema, 185
§.6. Terceiro teorema: No esforco do eu e posto simultaneamente um esforco
contrario do nao-eu, que mantem o equilibrio com o primeiro, 220
§.7. Quarto teorema: O esforco do eu, o esforco contrario do nao-eu e o
equilibrio entre os dois tem de ser postos, 222
§.8. Quinto teorema: O sentimento tem tambem de ser posto e determinado, 225
§.9. Sexto teorema: O sentimento tem de ser melhor determinado e limitado, 232
§.10. Setimo teorema: O impulso tem tambem de ser posto e determinado, 236
§.11. Oitavo teorema: Os sentimentos tem tambem de poder ser opostos, 255
Glossario, 263
ISBN9786557132401
Dimensoes13.7cm x 21.0cm x 1.3cm
Edicao1
NrPaginas272

especificação

AutorJohann Gottlieb Fichte,
ColecoesPENSAMENTO HUMANO
Apresentação, 7
Fundamentos de toda a Doutrina da Ciência como manual para os seus
ouvintes, 27
Prólogo à segunda edição, 29
Fundamentos de toda a Doutrina da Ciência como manual para os seus
ouvintes, 31
Prefácio, 33
PRIMEIRA PARTE: PRINCÍPIOS DE TODA A DOUTRINA DA CIÊNCIA
§.1. Primeiro princípio, simplesmente incondicionado, 37
§.2. Segundo princípio, condicionado quanto ao conteúdo, 47
§.3. Terceiro princípio, condicionado quanto à forma, 51
SEGUNDA PARTE: FUNDAMENTOS DO SABER TEÓRICO
§.4. Primeiro teorema, 69
A. Determinação da proposição sintética a analisar, 71
B. Síntese dos opostos completa e universalmente contidos na proposição
estabelecida, 73
C. Síntese, por determinação recíproca, dos opostos contidos na primeira
das proposições opostas, 77
D. Síntese, por determinação recíproca, dos opostos contidos na segunda
das proposições opostas, 82
E. Unificação sintética da oposição que tem lugar entre as duas espécies
estabelecidas de determinação recíproca, 90
Dedução da representação, 165
TERCEIRA PARTE: FUNDAMENTOS DA CIÊNCIA DO DOMÍNIO PRÁTICO
§.5. Segundo teorema, 185
§.6. Terceiro teorema: No esforço do eu é posto simultaneamente um esforço
contrário do não-eu, que mantém o equilíbrio com o primeiro, 220
§.7. Quarto teorema: O esforço do eu, o esforço contrário do não-eu e o
equilíbrio entre os dois têm de ser postos, 222
§.8. Quinto teorema: O sentimento tem também de ser posto e determinado, 225
§.9. Sexto teorema: O sentimento tem de ser melhor determinado e limitado, 232
§.10. Sétimo teorema: O impulso tem também de ser posto e determinado, 236
§.11. Oitavo teorema: Os sentimentos têm também de poder ser opostos, 255
Glossário, 263

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores