Introdução a uma ciência da linguagem - livrariavozes
Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Introdução a uma ciência da linguagem

Nesta obra, Milner examina “a hipótese segundo a qual a linguística é uma ciência, no mesmo sentido em que uma ciência da natureza pode ser uma ciência” (p. 16). Para tanto, assume a perspectiva de que se deve aplicar “à linguística os mesmos conceitos que aplicamos às ciências da natureza”(p. 16). Isso não é sem consequência para a linguística nem para o linguista, que não poderá mais ignorar os limites e o alcancede seu fazer no campo das ciências. Não basta dizer que a linguística é uma ciência; é preciso, antes, dizer em que termos ela se configura como ciência. É preciso indagar à linguística sobre o que há, na sua configuração epistêmica, da matematização galileana; sobre o que a torna diferente das antigas práticas da análise gramatical; sobre o que ela delimita como objeto ao dizer “linguagem”, “língua”, “línguas” ou algum outro conceito adotado como objeto de investigação (“fala”, “vernáculo”, “competência”, “língua-I”, “corpus” etc.). Para responder a essas e a inúmeras outras questões que o livro coloca, Milner mergulha profundamente no interior da ciência da linguagem – em especial na versão da chamada Escola de Cambridge e sua vinculação a Noam Chomsky – e produz uma teorização que permite avaliar a relação entre a linguística, em geral, e a produção do conhecimento em matéria de linguagem. Nesse sentido, o livro tem importância para todos os que se dedicam aos estudos linguísticos, independentemente da vinculação teórica específica. Seu alcance é amplo e de grandes proporções. Valdir do Nascimento Flores &Gabriel de Ávila Othero

Ver mais informações

Por: R$ 85,00ou X de

Comprar
Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Resumo

Sumário

Ficha técnica

Especificações

SumarioApresentação à edição brasileira, 9
Preâmbulo, 13
Prefácio, 15
1 A linguística e a ciência, 27
1 Algumas definições, 27
2 O objeto da linguística, 44
3 O factum grammaticae, 57
3.1 A expressão “isso se diz”, 57
3.2 A atividade gramatical, 61
3.3 A hipótese gramatical, 63
3.4 A possibilidade da gramática e a objetividade da linguagem, 69
4 Linguística e gramática, 69
5 O sólido de referência, 78
2 A ciência da linguagem, 105
1 A linguística como ciência literalizada, 105
2 A linguística como ciência experimental, 125
2.1 Exemplo e experimentação, 125
2.2 As ferramentas, 147
3 A epistemologia do dispositivo, 157
3.1 O dispositivo, 158
3.2 A ciência linguística e o dispositivo: algumas observações, 163
3.3 A ciência linguística e o dispositivo: o problema, 173
3.3.1 Os caracteres gerais de um dispositivo, 173
3.3.2 A diversidade dos dispositivos, 1753.3.3 Algumas confusões, 179
3.3.4 Algumas observações históricas, 181
3.4 Dispositivo linguístico ou romance?, 186
3.5 O risco do dispositivo, 197
3.5.1 Dispositivo e fantasmagoria, 197
3.5.2 A teleologia insidiosa, 202
3 A ciência da linguagem e as outras ciências, 209
1 O horizonte enciclopédico, 209
2 A ciência da linguagem e a cultura, 215
3 A ciência da linguagem e as ciências da natureza, 228
3.1 A ciência da linguagem e o neodarwinismo, 230
3.1.1 A noção de órgão mental, 234
3.1.2 O inato, 251
3.1.3 O específico, 275
3.2 A cognição, 280
4 Conclusão, 304
Obras citadas, 307
Index nominum, 313
Index rerum, 317
ISBN9786557130070
Dimensoes16.0cm x 23.0cm x 1.5cm
Edicao1
NrPaginas328

especificação

AutorJean-Claude Milner /
Apresentação à edição brasileira, 9
Preâmbulo, 13
Prefácio, 15
1 A linguística e a ciência, 27
1 Algumas definições, 27
2 O objeto da linguística, 44
3 O factum grammaticae, 57
3.1 A expressão “isso se diz”, 57
3.2 A atividade gramatical, 61
3.3 A hipótese gramatical, 63
3.4 A possibilidade da gramática e a objetividade da linguagem, 69
4 Linguística e gramática, 69
5 O sólido de referência, 78
2 A ciência da linguagem, 105
1 A linguística como ciência literalizada, 105
2 A linguística como ciência experimental, 125
2.1 Exemplo e experimentação, 125
2.2 As ferramentas, 147
3 A epistemologia do dispositivo, 157
3.1 O dispositivo, 158
3.2 A ciência linguística e o dispositivo: algumas observações, 163
3.3 A ciência linguística e o dispositivo: o problema, 173
3.3.1 Os caracteres gerais de um dispositivo, 173
3.3.2 A diversidade dos dispositivos, 1753.3.3 Algumas confusões, 179
3.3.4 Algumas observações históricas, 181
3.4 Dispositivo linguístico ou romance?, 186
3.5 O risco do dispositivo, 197
3.5.1 Dispositivo e fantasmagoria, 197
3.5.2 A teleologia insidiosa, 202
3 A ciência da linguagem e as outras ciências, 209
1 O horizonte enciclopédico, 209
2 A ciência da linguagem e a cultura, 215
3 A ciência da linguagem e as ciências da natureza, 228
3.1 A ciência da linguagem e o neodarwinismo, 230
3.1.1 A noção de órgão mental, 234
3.1.2 O inato, 251
3.1.3 O específico, 275
3.2 A cognição, 280
4 Conclusão, 304
Obras citadas, 307
Index nominum, 313
Index rerum, 317

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores