Paixão de Cristo, paixão do mundo - livrariavozes
Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Paixão de Cristo, paixão do mundo

Neste ensaio o autor, tomando como base o enredo dos fatos históricos e a doutrina da vida de Jesus, efetua uma explanação sobre o significado da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo para o contexto atual de nossa fé e de nossa situação.

Ver mais informações

Por: R$ 68,00ou X de

Comprar
Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Resumo

Sumário

Ficha técnica

Especificações

SumarioEsclarecimento, 11
I. O problema e suas formulacoes, 17
1. O interesse que orienta nossa pesquisa, 17
2. O interesse dos relatos evangelicos sobre a paixao de
Jesus, 22
3. O interesse da nossa leitura da paixao de Jesus, 26
II. A morte violenta de Jesus na cruz como consequencia de uma praxis
e de uma mensagem, 30
1. O projeto historico de Jesus, 31
a) A infraestrutura de seu tempo: os desafios, 34
b) O projeto historico de Jesus: a resposta, 37
c) A nova praxis de Jesus, libertadora da vida oprimida, 41
d) Fundamento do projeto historico de Jesus e da praxis
libertadora: a experiencia de Deus-Pai, 53
2. A morte criminosa de Jesus, 54
a) Passos de um caminho, 56
b) Processo e condenacao de Jesus, 71
c) A crucificacao de Jesus, 79
III. Como Jesus teria interpretado sua propria morte?, 83
1. Atitude de Jesus face a morte violenta, 83
a) Aporias exegetico-teologicas, 85
b) Indicios de uma tomada de consciencia progressiva, 88
2. Como Jesus teria representado o seu fim, 96
3. Tentativa de reconstrucao do caminho do Jesus
historico, 101
4. O significado transcendente da morte humana de Jesus, 114
IV. A ressurreicao como o derradeiro sentido da morte de Cristo, 119
V. Interpretacoes da morte de Cristo nas primitivas comunidades
cristas, 124
1. O destino comum dos profetas e dos justos: a morte
violenta, 125
2. O Messias crucificado, 127
3. A morte como expiacao e sacrificio, 130
a) Um fragmento de um hino helenistico e judeu-cristao:
Rm 3,25-26a, 133
b) Textos eucaristicos e tematica de sacrificio, 135
4. A morte de Cristo nas reflexoes teologicas de Sao
Paulo, 137
a) A liberdade nao e de outros, mas para os outros, 140
b) A funcao soteriologica e escatologica da morte de
Jesus, 143
c) A morte de Cristo nos libertou da maldicao pela lei
nao cumprida, 146
5. A morte de Cristo como sacrificio na Epistola aos
Hebreus, 148
VI. As principais interpretacoes da morte de Cristo na tradicao
teologica: sua caducidade e sua atualidade, 150
1. O que e propriamente redentor em Jesus Cristo: O
comeco (encarnacao) ou o fim (cruz)?, 153
2. Problematica e aporias das imagens representativas da redencao, 155
3. O modelo do sacrificio expiatorio: morto pelo pecado de
seu povo, 160
a) Limites da representacao, 161
b) Valor permanente da representacao, 162
4. O modelo de redencao e de resgate: esmagado por nossas
iniquidades 164
a) Limites da representacao, 165
b) Valor permanente da representacao, 165
5. O modelo da satisfacao substitutiva: fomos curados
gracas a seus padecimentos, 167
a) Limites da representacao, 168
b) Valor permanente da representacao, 169
6. Jesus Cristo liberta na solidariedade universal com todos
os homens, 171
VII. A teologia da cruz e da morte no horizonte da hodierna teologia, 175
1. Uma interrogacao sempre em aberto..., 175
2. Hodiernas teologias da cruz, 178
a) Jesus Cristo, o Deus crucificado, 178
b) Deus diz nao ao sofrimento, 181
c) O sofrimento nao tem sentido, mas podemos
conferir-lhe um, 183
d) A memoria passionis, 184
e) A cruz nao e para se entender, mas para se assumir
como escandalo, 185
f) A cruz e escandalo porque e crime, 188
3. Convergencias e divergencias nas varias posicoes, 189
a) Um Deus que nao sofre nao liberta do sofrimento, 189
b) Um Deus que morre: de que Deus se trata?, 190
c) Deus crucifica o seu Filho?, 190
d) Deus dolente: como sofre Deus?, 195
4. A cruz como morte de todos os sistemas, 197
VIII. O sofrimento que nasce da luta contra o sofrimento, 200
1. Mysterium et passio liberationis, 200
2. O que e que faz o sofrimento digno?, 207
3. O misterio da passio mundi, 213
IX. Como pregar hoje a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo?, 218
X. Conclusao. A cruz: misterio e mistica, 225
Referencias, 228
Livros de Leonardo Boff, 238
ISBN9788532602572
Dimensoes13.7cm x 21.0cm x 1.4cm
IdiomaPortugues
Edicao7
NrPaginas248

especificação

AutorLeonardo Boff,
EditoraEditora vozes
Esclarecimento, 11
I. O problema e suas formulações, 17
1. O interesse que orienta nossa pesquisa, 17
2. O interesse dos relatos evangélicos sobre a paixão de
Jesus, 22
3. O interesse da nossa leitura da paixão de Jesus, 26
II. A morte violenta de Jesus na cruz como consequência de uma práxis
e de uma mensagem, 30
1. O projeto histórico de Jesus, 31
a) A infraestrutura de seu tempo: os desafios, 34
b) O projeto histórico de Jesus: a resposta, 37
c) A nova práxis de Jesus, libertadora da vida oprimida, 41
d) Fundamento do projeto histórico de Jesus e da práxis
libertadora: a experiência de Deus-Pai, 53
2. A morte criminosa de Jesus, 54
a) Passos de um caminho, 56
b) Processo e condenação de Jesus, 71
c) A crucificação de Jesus, 79
III. Como Jesus teria interpretado sua própria morte?, 83
1. Atitude de Jesus face à morte violenta, 83
a) Aporias exegético-teológicas, 85
b) Indícios de uma tomada de consciência progressiva, 88
2. Como Jesus teria representado o seu fim, 96
3. Tentativa de reconstrução do caminho do Jesus
histórico, 101
4. O significado transcendente da morte humana de Jesus, 114
IV. A ressurreição como o derradeiro sentido da morte de Cristo, 119
V. Interpretações da morte de Cristo nas primitivas comunidades
cristãs, 124
1. O destino comum dos profetas e dos justos: a morte
violenta, 125
2. O Messias crucificado, 127
3. A morte como expiação e sacrifício, 130
a) Um fragmento de um hino helenístico e judeu-cristão:
Rm 3,25-26a, 133
b) Textos eucarísticos e temática de sacrifício, 135
4. A morte de Cristo nas reflexões teológicas de São
Paulo, 137
a) A liberdade não é de outros, mas para os outros, 140
b) A função soteriológica e escatológica da morte de
Jesus, 143
c) A morte de Cristo nos libertou da maldição pela lei
não cumprida, 146
5. A morte de Cristo como sacrifício na Epístola aos
Hebreus, 148
VI. As principais interpretações da morte de Cristo na tradição
teológica: sua caducidade e sua atualidade, 150
1. O que é propriamente redentor em Jesus Cristo: O
começo (encarnação) ou o fim (cruz)?, 153
2. Problemática e aporias das imagens representativas da redenção, 155
3. O modelo do sacrifício expiatório: morto pelo pecado de
seu povo, 160
a) Limites da representação, 161
b) Valor permanente da representação, 162
4. O modelo de redenção e de resgate: esmagado por nossas
iniquidades 164
a) Limites da representação, 165
b) Valor permanente da representação, 165
5. O modelo da satisfação substitutiva: fomos curados
graças a seus padecimentos, 167
a) Limites da representação, 168
b) Valor permanente da representação, 169
6. Jesus Cristo liberta na solidariedade universal com todos
os homens, 171
VII. A teologia da cruz e da morte no horizonte da hodierna teologia, 175
1. Uma interrogação sempre em aberto..., 175
2. Hodiernas teologias da cruz, 178
a) Jesus Cristo, o Deus crucificado, 178
b) Deus diz não ao sofrimento, 181
c) O sofrimento não tem sentido, mas podemos
conferir-lhe um, 183
d) A memoria passionis, 184
e) A cruz não é para se entender, mas para se assumir
como escândalo, 185
f) A cruz é escândalo porque é crime, 188
3. Convergências e divergências nas várias posições, 189
a) Um Deus que não sofre não liberta do sofrimento, 189
b) Um Deus que morre: de que Deus se trata?, 190
c) Deus crucifica o seu Filho?, 190
d) Deus dolente: como sofre Deus?, 195
4. A cruz como morte de todos os sistemas, 197
VIII. O sofrimento que nasce da luta contra o sofrimento, 200
1. Mysterium et passio liberationis, 200
2. O que é que faz o sofrimento digno?, 207
3. O mistério da passio mundi, 213
IX. Como pregar hoje a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo?, 218
X. Conclusão. A cruz: mistério e mística, 225
Referências, 228
Livros de Leonardo Boff, 238

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores

Quem viu, viu também