Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Reinventando a educacao

Reinventando a educacao nao e um ensaio futurologico. E, antes, um repto reflexivo e politico a velha pedagogia para que desperte da narcose colonial e assuma as mutacoes ja em curso tanto no mundo do trabalho quanto do comportamento jovem. A reinvencao se da, assegura Muniz Sodre, como uma disposicao e uma reinterpretacao abertas a consciencia de hoje, assim como um alerta para a evidencia de que a educacao e a luz no fundo do tunel social, obscurecido pela crise dos valores, pela violencia das drogas, pelas ameacas a saude do planeta e pela retracao progressiva das formas propriamente humanas de existencia. Aqui esta um livro a ser realmente lido e discutido.

De: R$ 78,00Por: R$ 74,10ou X de

Economia de R$ 3,90

Comprar
Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Especificações

SumarioPrefacio, 7
Introducao, 11
1 Cultura e educacao, 15
2 Espaco e cognicao, 73
3 Pedagogia e escola, 109
4 Tecnologia e diversidade, 155
5 Ensino e mercado, 231
Referencias, 271
ISBN8532643051
Dimensoes16.0cm x 23.0cm x 1.3cm
IdiomaPortugues
Edicao2
NrPaginas280

especificação

EditoraEditora Vozes
AutorMuniz Sodre
Reinventando a educacao nao e um ensaio futurologico. E, antes, um repto reflexivo e politico a velha pedagogia para que desperte da narcose colonial e assuma as mutacoes ja em curso tanto no mundo do trabalho quanto do comportamento jovem. A reinvencao se da, assegura Muniz Sodre, como uma disposicao e uma reinterpretacao abertas a consciencia de hoje, assim como um alerta para a evidencia de que a educacao e a luz no fundo do tunel social, obscurecido pela crise dos valores, pela violencia das drogas, pelas ameacas a saude do planeta e pela retracao progressiva das formas propriamente humanas de existencia. Aqui esta um livro a ser realmente lido e discutido.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores