Tratado do amor de Deus - livrariavozes
Buscar

Meu Carrinho ()

Finalizar Compra Continuar Comprando

Tratado do amor de Deus

O Tratado do amor de Deus e a obraprima de Sao Francisco de Sales. Quando em 1608 apareceu a Introducao a vida devota, um murmurio de admiracao elevouse no mundo cristao. Henrique IV, que nao era estranho a ideia desse livro, confessou que ele lhe excedera a expectativa. O nuncio da Santa Se em Colonia, que devia vir depois a chamarse o Papa Alexandre VII, dizia telo lido uma infinidade de vezes, sempre com igual satisfacao. O rei da Inglaterra Jaime I, posto que protestante, tomou conhecimento dele e desejou ver o autor. Enfim, o geral dos cartuxos aconselhou o santo bispo a nao mais escrever, persuadido de que a sua pena nao poderia produzir nada comparavel a essa obra. Enganavase: Francisco de Sales sobrepujouse dando ao publico, no ano de 1616, o Tratado do amor de Deus. Enquanto a primeira obra mostrara como a pratica da devocao e conciliavel com o comercio da vida exterior, a segunda elevase as consideracoes mais sublimes e mais tocantes. E uma teoria completa das relacoes intimas da alma com Deus, uma verdadeira teologia afetiva, capaz de ser igualmente proposta as pessoas que vivem no mundo e as que estao encerradas no claustro.

Ver mais informações

De: R$ 130,00Por: R$ 110,50ou X de

Economia de R$ 19,50

Comprar
Adicionar ao carrinho

Calcule o frete e prazo de entrega.

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Compartilhe:

Aproveite e Compre Junto

Detalhes do produto

Resumo

Sumário

Ficha técnica

Especificações

ISBN8532660495
Dimensoes12.0cm x 19.5cm x 3.5cm
Edicao1
NrPaginas784

especificação

AutorSao Francisco de Sales
ColecoesCLASSICOS DA ESPIRITUALIDADE
O Tratado do amor de Deus e a obraprima de Sao Francisco de Sales. Quando em 1608 apareceu a Introducao a vida devota, um murmurio de admiracao elevouse no mundo cristao. Henrique IV, que nao era estranho a ideia desse livro, confessou que ele lhe excedera a expectativa. O nuncio da Santa Se em Colonia, que devia vir depois a chamarse o Papa Alexandre VII, dizia telo lido uma infinidade de vezes, sempre com igual satisfacao. O rei da Inglaterra Jaime I, posto que protestante, tomou conhecimento dele e desejou ver o autor. Enfim, o geral dos cartuxos aconselhou o santo bispo a nao mais escrever, persuadido de que a sua pena nao poderia produzir nada comparavel a essa obra. Enganavase: Francisco de Sales sobrepujouse dando ao publico, no ano de 1616, o Tratado do amor de Deus. Enquanto a primeira obra mostrara como a pratica da devocao e conciliavel com o comercio da vida exterior, a segunda elevase as consideracoes mais sublimes e mais tocantes. E uma teoria completa das relacoes intimas da alma com Deus, uma verdadeira teologia afetiva, capaz de ser igualmente proposta as pessoas que vivem no mundo e as que estao encerradas no claustro.

Avaliações do Produto

Dúvidas dos consumidores